4 de julho de 2010

Despedida

Querido Luke,

Sei que o que fez não foi por mal. Creio que eu também tive culpa nisso, por te deixar tão confuso a ponto de sair com Sara que depois disso tudo deve estar muito feliz. Me desculpe e aceito suas desculpas também. Mas não acho que com isso poderemos ser felizes. Não dá pra fingir que não aconteceu. E é por isso que te escrevo, pois acho que não tenho coragem o suficiente para olhar em seus olhos e dizer tudo isso. Toda essa confusão me deixou confusa, louca, desorientada... Não consigo mais suportar. Quero que saiba que estou partindo. Não faz mais sentido ficar aqui. Vou passar um tempo com minha mãe em Paris. Acho que vai ser melhor para mim. Depois eu decido se volto. Não se preocupe comigo, eu estou bem. Eu não queria ter que dizer isso, mas sim, eu estou terminando com você e me despedindo também. Pode apostar que isso está doendo em mim.
Sei que eu errei. Eu errei muito e mais uma vez, peço desculpas. Sei que se magoou e eu não pretendia fazer isso. Você foi uma grande companhia. Não me esquecerei de você e espero que não se esqueça de mim também. Fique sabendo que por todo esse tempo eu te amei.


Espero que fique bem.


Até a próxima!




Milla Cambrey




Pauta para Bloínques - Edição Carta - Edição Fotográfica

Um comentário:

  1. Já usei Luke como personagem uma vez.

    Muito bom! Sorte no Bloínquês.

    ResponderExcluir

Plante aqui suas Flores Negras... Fiquem à vontade! Antes de postar, peço que leia ok? Responderei aos comentários! Um Beijo, Jackie!